20 / 03 / 2014

Estoure a ´boca do balão´ e se livre do estresse no trânsito!

20_abs stress 01

Físico, psicológico ou social. O estresse, explica o médico Dirceu Rodrigues Alves, chefe do departamento de medicina ocupacional da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), é dividido nessas três categorias. “Dirigir por muito tempo, por exemplo, pode gerar o estresse físico. O estresse psicológico ocorre quando se leva os conflitos de casa ou do trabalho para o trânsito. Já o social acontece quando há preocupação com compromissos, contas e atrasos”, explica Alves.

Para não sofrer com as consequências de altos níveis de estresse, é preciso estar atento aos sinais que o corpo dá. Os mais comuns são:

1 – Ficar inseguro, vulnerável ou se sentir julgado pelas pessoas.

2 – Distrair-se ou esquecer até mesmo de fatos ou conversas recentes. Dificuldade para entender ou gravar informações.

3 – Não conseguir dormir ou relaxar, apesar do cansaço.

4 – Passar por variações de humor, assim como alternar momentos de tristeza e euforia. Chorar com facilidade.

5 – Ficar impaciente ou irritadiço com situações corriqueiras. Ser grosseiro. Explodir com facilidade no trânsito.

6 – Ansiedade, especialmente acompanhada de movimentos do corpo, como mexer repetidamente mãos, pés e pernas.

7 – Refugiar-se no trabalho por mais horas do que é realmente necessário. Ou, ao contrário, perder completamente o interesse por atividades que antes davam prazer.

8 – Sentir-se sozinho, apesar da presença de amigos ou familiares. Isolar-se das pessoas.

9 – Falar muito, ligar várias mídias (TV, rádio, internet, etc…) ao mesmo tempo. Evitar o silêncio. O oposto também pode ocorrer, isto é, não tolerar nenhum tipo de ruído.

10 – Abusar de alimentos pouco saudáveis, comer qualquer coisa a qualquer hora.

20_abs stress 02

O que fazer? >> Há muitas ferramentas que podem ajudar a melhorar a qualidade de vida. Terapia, meditação, yoga são algumas delas. Abaixo, sugerimos uma técnica para aliviar o estresse proposta pelo professor de administração pessoal Mike George em Aprenda a Relaxar (ed. Publifolha). Segundo George, que foi consultor de empresas como General Motors e Mitsubishi, o primeiro passo é descobrir o que o deixa estressado: finanças, relacionamento, família, preocupação com a aparência, medos? Tente identificar o mais estressante deles.

20_abs stress 03

Pegue uma bexiga (se não puder, faça o exercício mentalmente) e sopre para dentro dela o motivo de seu estresse. Visualize-o saindo de você e indo para dentro da bola de soprar. Relaxe. Em seguida, estoure-a e imagine que a emoção colocada ali dentro some com ela. Pegue mais outra. Sopre dentro dela o que você gostaria de receber, energia positiva, por exemplo. Depois, escreva ou desenhe no balão o que você desejou. Solte o balão e lembre-se dele quando enfrentar outra crise de estresse. (Adriana Bernardino Sharada é jornalista, escreve há quase uma década sobre caminhos e reflexões para uma vida mais equilibrada no trânsito. Pesquisa as mais variadas ferramentas para o autoconhecimento, com especial interesse pelo yoga e seus meios para integrar corpo, mente e espírito). Atualmente é colunista do site www.acelerandopoai.com.br e responsável pela sucursal de São Paulo deste portal. Fotos: divulgação)

20_abs stress 04

Deixe seu comentário