Home » Roberto Nasser

2017: Renault começa bem com o Captur

Se há uma temporada para apresentação de novos produtos, a Renault abriu-a e o fez bem com o Captur. É mais um SAV para frequentar a fatia de maior demanda, atenção e perspectiva de crescimento no mercado, e bem coloca suas credenciais: maiores medidas em tamanho, entre-eixos, porta-malas, espaço para motorista e passageiros, distância livre do solo. Na prática significa dizer que tem uso... 

Jeep Compass, irmão elegante do Renegade

O Compass, segundo produto da marca Jeep no Brasil foi desenhado e composto para ser concorrente de peso na faixa de ´briga-de-foice-no-escuro´ no promissor mercado nacional no segmento. Está acima do irmão Renegade, do líder setorial Honda HR-V e do recém chegado Nissan Kicks. O mercado de utilitários esportivos, sejam os SAV (com tração simples) ou SUV, com tração total e disposição... 

WR-V, novo SAV Honda

Passo corajoso, a Honda Automóveis desenvolveu o seu primeiro veículo no Brasil. Nada do figurino praticado no 20 anos de industrialização, apenas ajustando projetos estrangeiros às características nacionais, mas a liberdade de desenvolver carro único. É o WR-V, à primeira vista imaginado como um Fit com as extremidades modificadas, mas visto em detalhes passou por grande evolução. É o... 

O próximo carro da GM será o Trax

Nova parcela acaba de ser relacionada para a soma de condicionamentos definindo produto e prazo ao novo carro da GM Mercosul: o início do governo Trump nos EUA e sua insistência em viabilizar nos 100 primeiros dias as promessas de campanha. Dentre estas, revisar o NAFTA, o tratado de comércio entre as nações norte continentais: México, EUA e Canadá. Em nome de gerar empregos internos, o novo... 

Curitiba ganha o 2º museu de automóveis antigos

A capital paranaense, famosa por sua estrutura de transporte urbano, pelas obras turísticas e mais recentemente por estar no noticiário diuturno pela intensa atividade de apurar e punir os mal feitos contra empresas públicas, tem outro item de diferenciação: mais um museu de automóveis antigos. Agora, além do Museu do Automóvel administrado pelo Clube de Automóveis e Antiguidades Mecânicas,... 

Bem acertado, o Nissan Versa

Ao devolver o Nissan Versa, versão Unique (a mais elevada da linha) após uns 1.200 quilômetros de experiência, tive uma certeza: reverenciar o responsável pela composição do produto. Explico: carros não saem contendo todo o potencial técnico dos fabricantes, mas são compostos em função do público de destino, características do mercado, faixa de preço e de concorrência aonde devem atuar.... 

2016: um ano sem saudades, porém, educativo

Quais tenham sido suas experiências no cruzar dos dias de 2016, a todos nós terá ficado a certeza de termos vivido um período único. O Impeachment da ex-Presidente; sua pífia lembrança; a surpresa do deficit público; os sustos diários com a extensão do assalto ao país; os processos de punição transformando-se na questão do dia pela variedade e agentes; as condenações e prisões; a teatralidade... 

Após o sedã, o Cruze hatch aposta em turbo e conectividade

Novo Chevrolet na praça, o hatch argentino Cruze com sobrenome Sport6, para ligá-lo ao sedã lançado há poucos meses, chamando atenção ao comparar-se com Mercedes-Benz C 180. Surpreende, pois não parece um Chevrolet. Para adaptar-se ao mercado, onde a tecnologia permeia e melhora produtos, dedicou-se a conteúdo; incrementou o bem sucedido sistema OnStar; e áreas de produto e engenharia se... 

Creta, Vitara, New Tucson, J5 CVT e Captur: os novos SUVs

Há quinze anos o mercado sinaliza o futuro imediato: utilitários esportivos com aparência ou capacidade de vencer dificuldades em asfaltos precários ou na falta de estradas. O Ford EcoSport de 1ª geração trafegou sozinho, seguido depois pelo Renault Duster. Agora, apesar da continuada queda geral de vendas, quase todos os fabricantes apostam nesta configuração para retomar a participação... 

Um tapa na Amarok

Seis anos após o seu surgimento, a picape Volkswagen Amarok passa pela primeira atualização. O mercado instigou mudanças. Há 30 anos a antiga SR, construtora de cabines duplas, conseguiu inseri-los na relação de itens de desejo, competindo com automóveis caros ou importados usados. A abertura das importações não mudou o foco destes compradores, exigindo equipamentos e confortos, colocando-os...