28 / 09 / 2015

Com a Duster Oroch, Renault cria um novo segmento dentro do nicho das picapes

28_rdo 001

Apesar de ter (na Europa) uma tradição de quase 20 anos de liderança em vendas de veículos utilitários, a Renault até hoje nunca tinha produzido uma picape; e foi justamente no Brasil que nasceu, a partir do seu SUV Duster, esse novo modelo inédito na marca francesa. A picape Oroch, cujo nome foi escolhido em homenagem a uma tribo indígena russa e que denota, segundo a empresa, “robustez e força”, chega para inaugurar uma preciosa – e inexplorada – fatia de mercado entre as picapes compactas (VW Saveiro, GM Montana e Fiat Strada) e as médias (Ranger, Frontier, S-10, Hilux, etc…).

28_rdo 002

Inicialmente sozinha na praça, a Oroch deverá ter até o final deste ano, um oponente da Fiat com as mesmas características. O ponto fundamental desse projeto desenvolvido pela RTA (Renault Technology Americas) é a capacidade de oferecer a versatilidade de um utilitário com o rodar confortável de um veículo comum de passeio.

28_rdo 003

Para suportar peso >> Com capacidade de carga orientada para 650 kg, a Oroch recebeu o mesmo conceito de suspensões herdado do Duster na versão 4X4, só que, com a estrutura de peças novas e reforçadas. A suspensão traseira é independente do tipo multilink MacPherson e a dianteira é independente com molas helicoidais e barra estabilizadora.

28_rdo 004

Evidentemente, todo o sistema foi recalibrado para garantir a funcionalidade da nova proposta do utilitário e, apesar da configuração para suportar peso (com molas mais duras e longarinas reforçadas), a traseira não ´pula´ inconvenientemente, mesmo quando a caçamba está vazia, ou seja, o nível de conforto não foi comprometido.

28_rdo 005

Medidas >> A Renault enfatiza que “há espaço de sobra para até cinco pessoas”, mas, cá entre nós, o conforto real se limita ao uso com quatro passageiros. Com quatro portas, o veículo tem o habitáculo idêntico ao do Duster tradicional, com o mesmo padrão de acabamento já conhecido. Como a plataforma do Duster é modular, houve mínimas alterações: a versão picape tem 150 mm a mais de distância no entre-eixos e 360 mm a mais no comprimento em comparação com o SUV.

28_rdo 006

Motorizações >> Se você já estava esperando uma versão automática ou a diesel ou ainda com tração 4X4, vai ter que aguardar mais um pouquinho. Nesse momento inicial a Renault apenas lançará o modelo em três versões com duas opções de câmbio manual e dois tipos de motores: Expression 1.6 16V, Dynamique 1.6 16V (essas duas primeiras com câmbio manual de cinco marchas) e Dynamique 2.0 16V (câmbio manual de seis marchas). Os propulsores são os mesmos da linha atual: 2.0 de 148 cv de potência e 20,9 kgf.m de torque e 1.6 de 115 cv de força máxima e 15,9 kgf.m de torque.

28_rdo 007

Ponto de vista final >> A família Duster é, a meu ver, excêntrica no visual e competente nas propostas. Quem usa, sempre destaca a robustez. Você, leitor rotineiro do nosso suplemento, sabe que o Logan, Duster e Sandero são gêmeos não idênticos criados pela marca romena Dacia que foram magistralmente melhorados pela Renault e hoje fazem sucesso em muitos mercados importantes. A picape Duster deverá flanar em Céu de Brigadeiro por um bom tempo, já que mostra-se como opção única num segmento novíssimo e, pelo tamanho e preço (veja tabela no final) , provavelmente vai fisgar o consumidor que não tem condições de pagar ou simplesmente não se adapta com o tamanho exagerado das picapes médias.

28_rdo 008

A Renault fez um carro honesto, com bom conteúdo tecnológico de entretenimento e informação e ótimos itens e confortos que já não podem faltar nos dias de hoje, como vidros elétricos para todas as portas, piloto automático, GPS, retrovisores elétricos, etc… Como o carro foi concebido mais para trabalho do que para diversão, a marca francesa caprichou nos detalhes, como o rack de teto, pontos de fixação para cargas, localização do estepe (embaixo do assoalho) e outras opções inteligentes, como ampliador do espaço de carga (que serve, também, como rampa para motos), suporte de bike ou prancha, entre outros. Fabricada em São José dos Pinhais (PR), a Oroch – versátil como todo bom brasileiro – surge como a nova opção ´dois em um´ da Renault: pronta para o trabalho, mas vestida com roupa de passeio. (Fotos: divulgação)

28_rdo 009

CONFIRA MAIS ALGUNS DETALHES DA PICAPE:

 28_rdo 010

Preços e versões: Oroch Expression 1.6 (R$ 62.290); Oroch Dynamique 1.6 (R$ 66.790) e Oroch Dynamique 2.0 (R$ 70.790)

28_rdo 011

Nota no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV/Conpet): “A”

Função EcoMode: botão localizado no painel central que limita a potência e torque do motor, além de reduzir a potência do ar-condicionado, permitindo, segundo o fabricante, redução de 10% no consumo de combustível;

Gear Shift Indicator (GSI): indicador de trocas de marchas que auxilia o motorista a dirigir de forma econômica;

28_rdo 014

Pneus: Michelin 215/65 R16 de uso misto;

28_rdo 015

Desenvolvimento do projeto: RTA (Renault Technology Americas) com testes de 720 mil quilômetros na França, Brasil e Argentina.

28_rdo 016

Design: assinado pelo Technocentre da Renault, na França, em parceria com o Renault Design América Latina (RDAL);

28_rdo 017

Mercado: no Brasil as picapes são responsáveis por 80% do mercado de comerciais leves e por 13% do mercado total. São feitas por ano, aproximadamente 350 mil picapes no país.

Motores: 4 tempos, bicombustível, 4 cilindros em linha, 16 válvulas e refrigeração por circuito de água sob pressão

Tração: dianteira 4×2

28_rdo 020

Freios: dois circuitos em “X” de acionamento hidráulico, com discos ventilados na dianteira e freios traseiros com tambores;

28_rdo 021

Direção: hidráulica com diâmetro giro de 10,7 m

28_rdo 022

Tanque de combustível: 50 litros

Volume da caçamba: 683 litros

28_rdo 024

Capacidade de carga: 650 kg

 

1 Comentário

  1. Mario Oderich disse:

    Eu acho que vai pegar esse modelo aqui no Brasil.
    Até a Fiat lançou o modelo dela, a Fiat Toro, vejam as fotos.

    http://noticias.h2auto.com.br/fiat-toro-agora-e-oficial-fotos/

Deixe seu comentário