24 / 02 / 2019

Juntas, BMW e Mercedes criam 5 joint-ventures  

Com um investimento de 1 bilhão de Euros, as alemãs famosas BMW e Mercedes-Benz, anunciaram a criação de cinco joint-ventures, ou seja, cinco novos negócios no ramo automotivo que não são necessariamente inovadores, mas que, com a força dessas duas empresas tão tradicionais, podem se tornar gigantes.

O ponto principal dessa parceria dos grupos BMW e Daimler, sem dúvida, está com o foco totalmente voltado para o futuro, aonde novos padrões de mobilidade vão mudar o desenho daquilo que conhecemos atualmente como hábito comum à maioria. Imagina-se, por exemplo, que o trânsito caótico e os espaços de estacionamento cada vez mais reduzidos, serão motivos suficientes para que as pessoas desistam de ter um automóvel próprio. Muito provavelmente, serviços como os do Uber e similares (car-sharing ou ride-hailing), crescerão e se tornarão grandes clientes de fabricantes de automóveis.

Surgindo como novas concorrentes de serviços como esses citados acima, Mercedes-Benz e BMW atuarão em cinco frentes: Free Now (ride-hailing), Share Now (car-sharing), Charge Now (pontos de recarga para veículos elétricos), Park Now (estacionamento) e Reach Now (serviço multimodal, ou seja, transporte de cargas com diversos tipos de veículos). Desse contexto surgirão aluguéis de carros, motos, patinentes elétricos e até bicicletas, tudo executado com rapidez, e evidentemente, via aplicativo de celular.

Essas empresas germânicas reúnem uma base de dados conjunta gigantesca, de aproximadamente 60 milhões de clientes. A previsão da ´Charge Now´ é gerar 100 mil postos de recarga elétrica em 25 países e a Park Now pretende atender 30 milhões de clientes europeus e norte-americanos. A Free Now já conta com 21 milhões de clientes e a Share Now possui uma frota de 20 mil veículos em 31 cidades da Europa e Estados Unidos. É o mundo mudando e as empresas tradicionais se adaptando a esses ajustes. (Fotos: divulgação BMW & Mercedes-Benz /Google free use / Instagram: @acelerandoporai) 

Deixe seu comentário