06 / 07 / 2018

////

05_pcf050718

:::::

VOLTA A Volkswagen deixou escapar, por intermédio do seu chefe de design Klaus Bischoff, que o Beetle (Escarabajo, Huevito, Maggiolino, Bug, Carocha… e Fusca para nós, brasileiros) vai voltar ao mercado mais uma vez. O modelo deverá ressurgir com propulsão 100% elétrica e com quatro portas. A estrutura certamente será a mesma do Golf (Polo, Virtus, etc…) com a versátil plataforma MQB.

MAIS VW A famosa marca germânica disparou esta semana um eMail para toda a imprensa especializada. Nele, apresentou o primeiro ´teaser´ do novo T-Cross, um inédito SUV do segmento ´B´, que está sendo desenvolvido. A Volkswagen foi uma das marcas que mais demorou a acreditar no fenômeno avassalador de vendas dos utilitários esportivos em todo o mundo. No momento, corre para ampliar a sua linha nesse nicho que ainda continua em forte crescimento.

FIMDepois de 32 anos de pesquisas e desenvolvimento, a Honda deve encerrar o seu famoso projeto do robô ´humanóide´ Asimo. A palavra é um acrônimo de “Advanced Step in Innovative Mobility” (Passo avançado na mobilidade inovadora, em português). Apesar de ter nascido em 1986, o Asimo só foi apresentado publicamente na sua forma atual no impactante ano 2000, afinal de contas, esse número ganhou uma aura futurista e que envolvia no inconsciente coletivo uma espécie de ligação com a tecnologia e mudanças no planeta.

GANHOS – O robô Asimo foi o primeiro do tipo capaz de andar sozinho e conseguir equilibrar-se. Suas habilidades posteriormente evoluíram para atos extremamente complexos, como correr, saltar e até subir e descer escadas. O simpático robô que agora sai de cena, já era capaz de reconhecer rostos, objetos e interpretar alguns gestos humanos. A Honda, evidentemente, vai aproveitar em seus veículos, muitos conhecimentos adquiridos no projeto Asimo, dentre eles o sistema de assistência à condução autônoma.

ELÉTRICOSJá estamos em julho, mas como os números das vendas de junho ainda não foram fechados, volto para o mês de maio. Veja que surpresa. No quinto mês do ano, foram comercializados quase 159 mil veículos entre 100% elétricos e híbridos plug-in, os que precisam ser plugados numa tomada para o recarregamento das suas baterias. O número total é baixíssimo em relação ao mercado dos carros tradicionais com propulsores movidos a combustíveis fósseis. A China, maior mercado automotivo do mundo, tem o modelo elétrico mais vendido da atualidade. O desconhecido modelo “Baic EC” teve 39.903 unidades comercializadas nos primeiros cinco meses de 2018. A Nissan é segunda colocada com o Leaf (35.042), o Tesla Model 3 vem em terceiro (18.606), seguido do Tesla Model S (17.125), Tesla Model X (15.937) e do Renault Zoe, com 14.252 unidades.

Deixe seu comentário