13 / 09 / 2018

////

13_pcf130918

:::::

CONFIRMADO Volkswagen do Brasil lançará na semana que vem a 7ª geração do Jetta. O novo sedã esportivo – que será apresentado à imprensa especializada nos próximos dias 20 e 21 de setembro – chega com a moderna plataforma ´MQB´, a mesma que equipa o Polo e o Golf. Adianto aqui duas novidades no Jetta 2019: grupos ópticos (faróis e lanternas) 100% em LED e cabine com novo sistema de iluminação ambiente. O resto? Depois eu conto.

SAI, MAS FICA A Ferrari anunciou que não renovará o contrato de Kimi Raikkonen, segundo piloto no time italiano de Fórmula 1 ao lado de Sebastian Vettel. O finlandês, no entanto, permanecerá na categoria por mais dois anos defendendo a Sauber, a primeira equipe que correu quando começou a sua carreira em 2001. Apelidado de ´homem de gelo´, Kimi Raikkonen foi campeão mundial de F1 em 2007 quando venceu o Grande Prêmio do Brasil em Interlagos após um claro jogo de equipe em busca de resultados. Felipe Massa atrasou um pouquinho o seu pit stop para ceder o lugar a Raikkonen na pista.

NOVA PLACA Por exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), até o dia 1º de dezembro de 2018, todas as unidades de Detran (departamento de trânsito) do Brasil terão que oferecer o novo padrão de placa de identificação do veículo, que se integra ao conceito já utilizado em dois países do Mercosul: Argentina e Uruguai. O sistema atual usado no Brasil – e que tem uma sequência alfanumérica com três letras e quatro algarismos (AAA-1111) ainda não está esgotado em suas possibilidades de combinações, mas, provavelmente, a mudança já deve prever esse impedimento.

COMO FICA? – O novo modelo nacional também terá o mesmo esquema com quatro letras e três algarismos, mas há um detalhe: como somos o país dos impostos e da burocratização desnecessária, a nossa sequência será um pouquinho diferente. Ao contrário da Argentina, por exemplo, com os mesmos elementos bem organizados (AA 111 AA), a nossa nova placa será assim descrita: (AAA1A11), dificultando, em primeiro lugar, a leitura.

DETALHES Verdadeira sopa de letrinhas (esse clichê cabe perfeitamente nesse universo carnavalesco), a nova placa ´padrão Mercosul´ terá 9 elementos de identificação: 1) Emblema do Mercosul; 2) Nome do país; 3) Bandeira do país; 4) Faixa holográfica; 5) Código bidimensional; 6) ´Hot Stamp´ personalizado (que são os algarismos e letras); 7) Ondas sinusoidais (simplifique com ´senoidal´, que são umas curvas desenhadas na placa); 8) Domicílio de registro (com a unidade federativa do seu Estado + município + bandeira do Estado!) e uma marca d´água pra finalizar, ou seja, nem o MacGyver (da série Profissão: Perigo) com os cientistas da NASA conseguirão clonar uma dessas. Esse é o lado bom.

NO BOLSO – A mudança da placa atual do seu veículo para esse novo tipo não é obrigatória, mas, pelo custo de R$ 219,35 você poderá fazê-lo. As novas placas serão usadas a partir de agora somente em veículos ´zero km´ ou em automóveis que tiverem as placas atuais danificadas ou ainda aqueles que passarão por troca de categoria, transferência de proprietário, de município ou Estado. Eu fico aqui imaginando quantas pessoas gastarão esse dinheiro apenas para deixar o carro mais moderninho… Quase esqueci: essa nova placa também terá um QR Code e um chip, permitindo a rastreabilidade do veículo. E mais: serão seis tipos com cores distintas: para o uso particular (números e algarismos pretos); comercial (vermelho); especial (verde); carro oficial (azul); uso diplomático (laranja); e carro de coleção (cinza).

ENGRAÇADO… – Na minha pesquisa com fontes e na internet sobre esse tema, encontrei o valor da troca do par de placas para os automóveis, mas não vi ninguém citar o preço ou mesmo se será necessária a substituição do documento do veículo, afinal de contas, lá consta o código alfanumérico da placa antiga. Como fica? Depois eu conto.

Deixe seu comentário