12 / 08 / 2018

Conheça o novo Mercedes que poderá ser feito no Brasil

12_mb as (1)

Aproveitando o sucesso da família “A” com o CLA (sedã com estilo mais aproximado de cupê) e o próprio Classe A hatchback, a Mercedes-Benz deverá lançar até o final do ano mais uma opção no seu portfólio de compactos: o Classe A sedã.

12_mb as (2)

Nitidamente inspirado no Mercedes CLS, esse modelo já foi apresentado na China – aonde é vendido com uma carroceria 6 cm mais comprida – e será exibido oficialmente no Salão de Paris 2018 (Mondial de l’Automobile, 4 a 14 outubro). Com toda certeza, também será um dos destaques no estande dessa marca alemã no próximo Salão de São Paulo 2018 (8 a 18 novembro).

12_mb as (3)

Aonde será feito? >> Para os mercados ocidentais, esse carro será fabricado no México (Aguascalientes) e na Alemanha (fábrica de Rastatt), no entanto, para as vendas no Mercosul, o modelo, com muita probabilidade, deverá ser feito na unidade moderna (e ociosa em volume de fabricação) que a Mercedes-Benz possui em Iracemápolis (SP).

12_mb as (4)

Estima-se que essa fábrica nacional esteja operando apenas com 34% da sua capacidade produtiva, portanto, seria uma acertada oportunidade de fazer jus ao largo investimento que a empresa germânica fez no Brasil na construção desse parque automotivo. Com toda certeza, as primeiras fornadas do Classe A sedã que chegarão ao Brasil, virão importadas do México, país que mantém conosco um acordo bilateral de isenção de impostos nas importações e exportações.

12_mb as (5)

Conjunto >> Muito bem acertado esteticamente, o novo sedã tem os três volumes distribuídos de maneira bem agradável. Não há exageros plásticos, nem falta de estilo, muito menos falhas no design. A frente (de 2,19 m²) tem desenho idêntico ao do Classe A hatch, mas a partir do caimento do teto, a estrutura muda completamente, com destaque para uma traseira de muito bom gosto.

12_mb as (6)

Um ponto positivo que merece realce é o coeficiente aerodinâmico (cx) de apenas 0,22. Um competente trabalho de desenho industrial aliado à eficácia da engenharia mecânica. Esse número demonstra o baixíssimo arrasto diante do ar que, por sua vez, representa menor consumo de combustível e taxas mais baixas de emissões de gases.

12_mb as (7) 12_mb as (8)

Motorização >> Ainda não há informações técnicas exatas sobre a configuração que será vendida no Brasil, mas o novo Classe A sedã, provavelmente, virá com um motor 1.4 turbo de 4 cilindros com 163 hp de potência máxima e torque de 25,5 kgf.m. O câmbio será o “7G-DCT” (automático com dupla embreagem e sete marchas). O modelo mede 4,5 m de comprimento e tem 2,7 m de distância entre-eixos. Seu porta-malas oferece 420 litros de espaço para bagagens.

12_mb as (9)

Tecnologia >> O esportivo será um dos primeiros carros da Mercedes-Benz a vir equipado com a nova central multimídia com inteligência artificial MBUX. O sistema pode ser controlado exatamente da mesma maneira que um tablet ou ainda pelos botões do volante, no touchpad localizado no console e por comandos de voz.

12_mb as (10)

Opcionalmente, o novíssimo Mercedes-Benz Classe A sedã poderá vir com esquema de condução semiautônoma, detector de mudança de faixa involuntária, assistente de frenagem ativa, dentre outros recursos ligados à segurança. (Fotos: divulgação Mercedes-Benz)

12_mb as (11)

Deixe seu comentário