29 / 07 / 2017

E-Class Cabriolet, um clássico da Mercedes nos anos ´90

29_mb 001

Em 1991, a Mercedes-Benz deu nova vida à uma antiga tradição: após uma interrupção de exatamente 20 anos, a marca alemã voltou ao mercado com um charmoso ´cabriolet´ de quatro lugares. O conversível nasceu derivado do sedã da série 124. Com reforços estruturais para a carroceria suportar a ausência do teto, a Mercedes-Benz colocou em linha o inesquecível E-Class Cabriolet 300 CE-24, que somente foi construído até 1993.

29_mb 002

Renovação >> Seu sucessor imediato foi o E 320 Cabriolet, mas também vieram para complementar a linha, os modelos E-Class Cabriolet E 200 e E 220, assim como o E-36 AMG Cabriolet como um destaque exclusivo de alta performance na família.

29_mb 003

Todas essas configurações tiveram um período de produção muito curto, portanto, cada um deles teve o potencial de se tornar um clássico relativamente raro. As versões citadas acima – juntas – tiveram apenas 33.952 unidades fabricadas entre 1993 e 1997.

29_mb 004

Inovações >> O Classe E originou-se de um sedã de quatro portas e trouxe algumas novidades bem interessantes para a época, como por exemplo, o limpador de para-brisas com a chamada “varredura excêntrica”, que, naquele instante, oferecia a maior área de limpeza do vidro dianteiro para um automóvel de passageiros.

29_mb 005

Outras inovações eram as suspensões dianteira e traseira independentes com sistema ´Multi-Link´, assim como freios antitravamento ABS também herdado do sedã e airbag duplo.

29_mb 006

Refinamento >> A conversão de um carro com carroceria sedã para um esportivo ´aberto´ foi extremamente complexa, já que o novo esportivo precisaria atender aos níveis habituais de segurança e qualidade da Mercedes-Benz. O Classe E Cabriolet teve que ser equipado com vários componentes estruturais modificados e/ou redesenhados.

29_mb 007

Incrivelmente, o modelo teve aproximadamente mil novos elementos refeitos ou substituídos. Dentre os novos recursos de segurança, os engenheiros projetaram um sistema de proteção sofisticado que só funciona em caso de acidente. Há duas barras controladas por um sensor atrás dos bancos dos passageiros de trás. Em caso de capotamento, elas são catapultadas para fora dos assentos em 0,3 segundo, protegendo as cabeças dos ocupantes.

29_mb 008 29_mb 009

Motores >> Esse ´jovem clássico´ da marca germânica saiu equipado com vários tipos de motores prontos a atender às mais diversas demandas. Foram eles: 2.5 turbodiesel de 4 cilindros (versão 300D), 3.2 de 6 cilindros a gasolina e até um V8 de 5,0 litros. (Fotos: divulgação)

29_mb 010

Deixe seu comentário