13 / 03 / 2019

Infiniti diz que deixará o mercado europeu em 2020

A Infiniti – marca subsidiária de luxo da japonesa Nissan – anunciou que deixará o mercado da Europa já a partir do ano que vem. O principal motivo de sair de cena de um ambiente automotivo tão importante, está na impossibilidade momentânea de cumprir as novas metas de emissões definidas pela União Europeia (UE).

Essas normas obrigam que os fabricantes obedeçam – a partir de 1º de janeiro de 2020 – a uma média de 95g de CO2 por cada quilômetro rodado. O problema é que se esse limite for ultrapassado, uma multa de 95 Euros por grama excedido é aplicada gerando um prejuízo gigante para qualquer empresa do ramo.

Para conseguir atingir o padrão exigido pela UE, a Infiniti teria que investir imediatamente muitos milhões para ´eletrificar´ ao máximo o seu portfólio vendido na Europa nesse instante, mas o detalhe é que a marca só começará a dar esse passo a partir de 2021. Os modelos Infiniti Q30 e QX30, que são atualmente fabricados em Sunderland (Reino Unido), serão descontinuados daqui a quatro meses. (Fotos: divulgação Infiniti / Instagram: @acelerandoporai)

Deixe seu comentário