06 / 06 / 2018

Jeep Renegade deverá ganhar uma versão menor

06_fca 01

O executivo Sergio Marchionne (CEO da FCA/Fiat Chrysler Automóveis), está decidido a apostar com força total na Jeep aqui na América Latina. Marchionne enxerga essa tradicional empresa norte-americana como uma das marcas com maior potencial de crescimento global, incluindo os Estados Unidos e Europa e, principalmente, os mercados de terceiro mundo, como é o caso do Brasil. E se no ambiente americano não faz muito sentido apostar num SUV ainda menor do que o Renegade, o mesmo não acontece em alguns países da América Latina.

Acima, o Fiat Panda Cross, veículo que deverá ceder a plataforma e estrutura mecânica para o ´irmão´ menor do Jeep Renegade. E perceba na imagem abaixo as modificações já feitas na parte frontal do Renegade 2019 para os mercados europeu e norte-americano

Acima, o Fiat Panda Cross, veículo que deverá ceder a plataforma e estrutura mecânica para o ´irmão´ menor do Jeep Renegade. E perceba na imagem abaixo as modificações já feitas na parte frontal do Renegade 2019 para os mercados europeu e norte-americano

Mais barato >> Segundo as estratégias de negócios reveladas recentemente pelo CEO da FCA, o ´Baby´ Renegade deverá surgir até 2022 e será mais curto do que os 4,2 m de comprimento do Renegade atual. A produção desse inédito ´jipinho´ não trará dificuldades e, muito menos, custos elevados ao conglomerado, já que a FCA possui a base ideal para produzir o novo carro. Tanto a plataforma como a mecânica (incluindo a possibilidade de sistema de tração 4X4) deverão ser herdados do tradicional Fiat Panda Cross. É realmente muito cedo para arriscar prognósticos de preços, mas o modelo ultracompacto deverá custar cerca de R$ 13 mil a menos do que um Renegade de entrada, hoje vendido no Brasil com tabela a partir de R$ 76.990. (Fotos: divulgação)

06_fca 03

Deixe seu comentário