06 / 05 / 2019

O mistério do Lamborghini Miura P400 de 1969

Apaixonados por carros sempre encontram tempo para garimpar histórias incríveis sobre algumas máquinas inesquecíveis. É o caso desse bonito Lamborghini Miura P400 pintado na cor laranja. O modelo (originalmente com os assentos forrados em couro branco) passou recentemente por um registro histórico que, finalmente, trouxe à luz a sua verdadeira identidade. Havia uma dúvida se esse, de fato, fora o veículo utilizado no filme “The italian job” dirigido por Rossano Brazzi em 1969. Será que esse seria o Lamborghini original destruído numa cena do filme da empresa Paramount?

Depois de cinco décadas de espera, com pistas conflitantes e discussões entre colecionadores e entusiastas, o veredito apareceu. Atualmente esse modelo histórico italiano pertence ao acervo particular “The Kaiser Collection” que, de uma vez por todas, decidiu descobrir se esse esportivo havia participado da película, e ainda, se seria ele exatamente o exemplar destruído.

O carro foi enviado para o ´Lamborghini Polo Storico´ (departamento especializado da marca em restaurar veículos e conservar a história da Lamborghini) em sua sede em Sant ‘Agata Bolognese. Por lá iniciou-se uma verdadeira reconstrução da vida desse Miura cor de laranja a partir dos arquivos da empresa.

O veículo, evidentemente, foi 100% examinado por especialistas e os resultados da ´investigação´ foram complementados com depoimentos de ex-funcionários da Lamborghini, como Enzo Moruzzi, que sempre entregava os carros zero km aos clientes mais especiais. E foi Moruzzi, inclusive que dirigiu o Miura atuando diversas vezes neste filme como dublê.

A partir daí, o Polo Storico foi capaz de assegurar que o Lamborghini Miura P400, chassi Nº 3586, foi exatamente o mesmo usado para filmar “The Italian Job”. Este reconhecimento chega ao mesmo tempo das celebrações do 50º aniversário do filme, lançado em junho de 1969.

A produtora cinematográfica Paramount Pictures, confirmou o fato, relembrando que na época das filmagens, quando chegaram a Sant’Agata Bolognese, decidiram usar outro Lamborghini Miura laranja que já estava muito danificado e, portanto, perfeito para a cena do acidente. Ao mesmo tempo, a Lamborghini forneceu um segundo carro da mesma cor (este das fotos) para o restante da filmagem.

Há mais um detalhe curioso: esse Lamborghini Miura P400 foi retirado da linha de produção para ser entregue à Paramount. O modelo era esteticamente idêntico ao carro danificado que seria destruído numa cena. A questão é que após as filmagens, esse Miura P400 voltaria à fábrica para ser finalizado, limpo e colocado à venda. Pensando na delicadeza do couro branco, que poderia ser danificado durante o trabalho, a marca solicitou que os assentos fossem trocados por outros com couro preto.

A questão é que os encostos de cabeça desse Miura são presos ao vidro divisório entre o compartimento do motorista e o motor, e não poderiam ser substituídos a tempo. No filme, é possível observar os apoios de cabeça brancos originais. No final das filmagens, quando voltou para a fábrica, este Lamborghini Miura foi preparado para entrega ao seu primeiro proprietário, um italiano morador de Roma… (Fotos: divulgação Lamborghini / Instagram: @acelerandoporai) 

Deixe seu comentário