15 / 02 / 2017

Pagani Huayra Roadster: uma homenagem aos Deuses do Vento

15_ p (1)

O objetivo é sempre superar a si mesmo. Pura beleza em todas as formas e superfícies. Esta é a filosofia por trás da última criação de Horacio Pagani. A partir disto, foi construída uma nova obra-prima com um equilíbrio perfeito de atenção aos detalhes e avanços tecnológicos.

15_ p (2)

15_ p (3)

A combinação de arte e ciência, mesmo princípio fundador e pedra angular da Pagani Automobili. Este lema vem do gênio Leonardo da Vinci, que perseguiu a perfeição na forma e função em todas as fases dos seus processos criativos, até os componentes mais diminutos dos projetos eram levados em total consideração. Todas as criações da Pagani nascem dessa perseguição implacável de beleza associada à paixão. O Pagani Huayra Roadster é uma homenagem ao ar livre, aos Deuses do Vento.

15_ p (4)

15_ p (5)

O projeto Pagani Huayra Roadster começou em 2010 com a ideia simples, baseada no Huayra cupê que teria um teto removível e portas convencionais na versão aberta, mas o projeto foi desfeito e tudo reiniciado do ponto zero. O design da porta do Huayra Roadster seguiu a tradição dos modelos Mercedes-Benz da década de ´50, especificamente as portas Gullwing do 300-SL.

15_ p (6)

15_ p (7)

Ao contrário da maioria dos supercarros modernos, o Huayra Roadster está quase totalmente exposto, com quase todas as peças mecânicas visíveis, orgulhosas de serem reveladas. Mesmo o menor parafuso é projetado para ser bonito e funcional.

15_ p (8)

15_ p (9)

O modelo tem a plataforma toda feita em carbono e titânio. Muito leve (apenas 1.280 kg) ele é alimentado pelo brutal motor Mercedes-AMG M158. São 12 cilindros, potência máxima de 764 hp e torque de pouco mais de 100 kgf.m!

15_ p (10)

15_ p (11)

O propulsor de 5.980 cm³ tem dois turbocompressores que oferecem performance eletrizante. A lubrificação por cárter seco permite uma resposta perfeita do motor mesmo sob as mais extremas condições de aceleração lateral. A bela máquina nasce seis anos após o lançamento da versão cupê. O fabricante não revelou os números de aceleração de 0-100 km/h e nem a velocidade máxima. Cada uma das 100 unidades numeradas custará cerca de 2,28 milhões de Euros, aproximadamente R$ 7,4 milhões! (Fotos: divulgação)

15_ p (12)

Deixe seu comentário