07 / 02 / 2018

Veja o que mudou no Honda City 2018

07_h18 (1)

A Honda já está comercializando a linha 2018 do City. O modelo foi renovado com alguns ajustes no design e também ganhou equipamentos inéditos. Ele agora é ofertado em cinco versões, todas equipadas com o motor 1.5 FlexOne com 116 hp de potência e transmissões automática (CVT) ou manual de cinco marchas.

07_h18 (2)

Estilo >> O sedã recebeu novos para-choques que trazem linhas mais horizontais e esportivas. A nova grade frontal tem design inédito que avança sobre os faróis. O grupo óptico também é novo e já oferece luzes de rodagem diurnas em LED integradas de série em todas as versões. Na traseira, o novo para-choque reforça o desenho mais horizontal proposto para a linha 2018.

07_h18 (3) 07_h18 (4)

Mais completo >> Com um interior mais refinado, a segunda geração do City disponibiliza ar-condicionado digital (nas versões EX e EXL) e porta-malas com capacidade para 536 litros. Uma boa solução interna foi adotada: o rebatimento do banco dianteiro (de série), permite o transporte de objetos de maiores dimensões.

07_h18 (5) 07_h18 (6)

Em todas as versões, o City 2018 traz os seguintes itens: ar-condicionado, sistema de som com Bluetooth e entrada USB; direção elétrica; acionamento elétrico para travas das portas e vidros das quatro portas; volante com ajuste de altura e profundidade e chave do tipo ´canivete´.

07_h18 (7)

Motorização >> Toda a linha vem equipada com o motor 1.5 i-VTEC FlexOne aspirado de 4 cilindros. A unidade gera 116 cv de potência máxima e 15,3 kgf.m de torque. As versões Personal, LX, EX e EXL trazem a transmissão automática CVT. Já a configuração DX possui transmissão manual de cinco velocidades.

07_h18 (8) 07_h18 (9)

Preços >> A Honda sugere os seguintes valores para a comercialização do sedã compacto: DX (manual, R$ 60.900); Personal (CVT, R$ 68.700); LX (CVT; R$ 72.500); EX (CVT; R$ 77.900) e EXL (CVT; R$ 83.400). (Fotos: divulgação Honda)

07_h18 (10)

Deixe seu comentário