17 / 05 / 2018

////

17_pcf170518

:::::

DOIS EM UM Todos os fabricantes de veículos já estão lidando com o desafio de criar carros mais econômicos. Principalmente na Europa, o controle das emissões de CO2 é muito rígido e, caso as normas não sejam cumpridas, geram multas pesadas às montadoras. A solução radical pra isso são os veículos híbridos (motor a combustão + motor elétrico) ou os automóveis 100% elétricos, só que esses projetos são caros e demandam muito tempo para o desenvolvimento. O Grupo PSA (Peugeot, Citroën, DS e Opel/Vauxhall) tenta solução alternativa. Seus engenheiros estão desenvolvendo uma caixa de câmbio automática (denominada de DT2) que congrega, além das engrenagens tradicionais, um pequeno motor elétrico de 48V capaz de movimentar o veículo por curtos períodos sem o auxílio do motor a combustão. O projeto está sendo trabalhado em parceria com uma empresa do grupo chinês Yinyi, que é o atual dono da belga Punch Powertrain.

RECADO Radiante ao ver que um dos seus carros foi escolhido para servir de base para as câmeras durante as filmagens de um filme publicitário para a Mercedes-Benz na Europa, a Audi não deixou passar a oportunidade em claro e mandou um recado bem humorado para a concorrente alemã. A marca das quatro argolas aproveitou a situação inusitada que envolvia um modelo ´Q5´ e fez um post no Facebook com o seguinte texto: “Parabéns a Mercedes-Benz por ter escolhido uma magnífica paisagem para fazer o seu mais recente filme publicitário. E parabéns também por ter escolhido um Audi para filmar as cenas mais exigentes. Até a Mercedes sabe que Audi é mais…”

GOLF MAIS FORTE Em homenagem à categoria de corridas TCR (Touring Car Racing), aonde o Golf é um dos modelos mais competitivos, a VW criará para o mercado europeu e norte-americano o novo Golf GTi versão TCR. Será o mais potente da gama com 290 hp de potência e velocidade final de 264 km/h. A máquina virá com escapamento esportivo de titânio da marca Akrapovic e, segundo a VW, conseguirá acelerar de 0 a 100 km/h em 6 segundos.

CÓPIA BARATA A fabricante chinesa Shandong Qilu Fengde, assim como milhares de empresas da China especializadas em furtar ideias e copiar produtos alheios, desenvolveu uma cópia desgraçadamente mal feita e feia do notável esportivo francês Bugatti Chiron. Chamado de ´P8´, esse genérico deverá custar o equivalente a R$ 16.000. O original pode atingir a cifra de 7 milhões de Euros! Ao contrário dos 1.500 hp de potência do carro legítimo, o P8 tem apenas 3,3 cv de força e é alimentado por uma bateria de 72V de ácido e chumbo, completamente obsoleta e que precisa de 10 horas para ser recarregada, doando uma autonomia de 150 km. Sua velocidade máxima é de 65 km/h.

Deixe seu comentário