15 / 04 / 2019

Kits de transmissão precisarão do selo do Inmetro

Conforme as portarias mais recentes do Inmetro (Instituto nacional de metrologia, qualidade e tecnologia), o prazo para a certificação dos kits de transmissão para motocicletas (popularmente conhecidos como ´coroa, corrente e pião´) encerrou-se no último dia 19 de março. Fabricantes e importadores terão até 19/9/2019 para escoarem seus estoques sem certificado e, por sua vez, os distribuidores e lojistas contam com o prazo até 19/3/21 para comercializarem as peças sem o selo Inmetro.

Esse cronograma garante que toda a cadeia tenha se organizado para obter o certificado, podendo escoar os estoques de itens produzidos antes da certificação e dentro dos prazos estabelecidos. O selo que indica a certificação pelo órgão deve estar impresso na embalagem e gravado nos componentes que compõem o kit. Surpresa no país aonde tudo é deixado pra cima da hora, dois anos antes da obrigatoriedade, os kits de transmissão da marca Cofap para motocicletas, já estão certificados desde 2017. A linha de kits de transmissão da Cofap conta com 25 itens e possui cobertura de aproximadamente 95% da frota circulante de motocicletas. A Magneti Marelli Cofap Aftermarket possui em seu portfólio 11 linhas de produtos para o segmento de duas rodas. Com a marca Cofap, além dos kits de transmissão, são os amortecedores e tubos internos da suspensão dianteira. Já com a marca Magneti Marelli, são comercializados lâmpadas, filtros de ar e de óleo, baterias, bombas de combustível, bielas, válvulas de motor e kits de motor. (Foto: divulgação Magneti Marelli Cofap / Instagram: @acelerandoporai)

Deixe seu comentário